18 de set de 2010

Liberte a fênix que a dentro de você !

Como fênix eu resurdo das cinzas,quando todos pensam que me venceram é a onde das amarguras,sofrimentos,tempestades eu renasço com um pássaro a ser preso no cantar de sua liberdade,pois liberdade faz me sentir viva não me dou por vencida,mulher de aço porquê tudo que é de fibra quebra e o aço não destrói,me sinto assim um pedacinho de aço a querer viver,batalhar para vencer por maior que sejam meus medos deixo-os irem sem sentir medo,busco dentro do meu ser a força que quando penso em não ter me faz renascer o renascimento me purifica a alma sem me deixar marcas e sim limpa para ofuscar com meu brilho aqueles que me quiseram vencer e poderem me ver ressurgir das cinzas como uma fênix ao gritar de dor simplesmente querendo viver a descoberta de como renascer é olhar para o fundo do poço e saber que ela é capaz de vencer onde em seu interior buscar forças do além para viver é ai que seu brilho reluz deixando todos sem entender como ela derrotada dada como morta pode novamente viver. Sou guerreira e nada e nem ninguém ira me vencer posso ser pássaro ferido mais ressurjo ao paraíso,por me sentir assim trago-a tatuada em meu corpo...

Uma música onde na qual eu me identifico muito... 

Jorge vercilo (Fênix)
Agoniza virgem Fênix(O amor) entre cinzas, arco-íris e esplendor
por viver às juras de satisfazer ao ego mortal
Coisa pequenina,centelha divina,renasceu das cinzas

Onde foi ruína pássaro ferido hoje é paraíso
!

Autoria :**Val**


Nenhum comentário:

Postar um comentário